terça-feira, 1 de junho de 2010

A felicidade alheia incomoda? por Mariana Chetto


Este tema me lembrou uma frase que Marcus me disse que a avó dele falava muito:
- Muito riso é sinal de pouco sizo.

Será??

Não acredito. Não posso, não devo e não quero acreditar quer estar feliz, rindo muito seja falta de maturidade... Não. Decididamente isto não faz o menor sentido. Creio que quem diz isso está mesmo é incomodado com a tal felicidade alheia...

Gostaria muito de dizer que a felicidade alheia nunca me incomodou. Até porque sei que isto é uma grande bobagem, pois, como bem disse Drix, a felicidade de cada um é responsabilidade de cada um, na medida em que a felicidade depende de como reagimos a tudo que nos acontece. É isso mesmo, queridos, ser feliz é uma escolha! Uma DE-CI-SÃO.

Claro que não podemos estar feliz todo o tempo, até porque existe tempo pra tudo. Ninguém vai ficar feliz ao perder uma pessoa que ama muito, mas passada a dor mais lancinante, passado algum tempo (e esta quantidade de tempo é diferente para cada um), é você quem escolhe se vai continuar chorando, lamentando, sofrendo até o fim dos seus dias ou se vai seguir adiante e recomeçar uma outra história... É você quem decide que peso cada acontecimento terá sobre sua vida.

Eu sei disso. Acredito nisso. Mas, voltando ao foco, não posso deixar de confessar que em determinado momento a felicidade estampada na cara dos outros me incomoda sim!!!!! E não é inveja não, Drix e Alba. Juro! É mais irritação. É mais uma coisa do tipo: Dá para todo mundo ser solidário com a minha tristeza e não ficar rindo aos montes do meu lado, pô!!!! Claro que isso não faz o menor sentido, né? O mundo não pode parar para esperar que eu me recomponha... Eu sei disso. Mas vai dizer isso a Mariana quando ela está fula da vida. Ela não que entender. Só quer que todos parem de rir e achar o mundo lindo, cor de rosa ou sei lá mais o quê.

Aliás, pensando bem a felicidade dos outros costuma me incomodar, não quando estou triste, mas quando estou tensa...

Estou atrasada cheia de prazos para cumprir no trabalho e o sujeito no carro da frente andando beeeeeeeeem devagar. Rindo, passeando, mostrando a namorada, amante, esposa, ou seja lá o que for, a praia, o sol, o mar. Tudo lindo, bla, bla bla. Mas dá para sair da porra da frente e pegar toda sua felicidade e enf...
Sacou? ca ca ca

Ainda bem que este sentimento horroroso de querer que quem está feliz pegue a sua felicidade e..., passa bem rápido! Quase sempre dura apenas o tempo necessário para que eu termine de mandar a bendita criatura para "aquele lugar" (que fique claro que faço isso sem que o outro possa escutar!). Logo percebo o ridículo da situação e deixo minha ira ir embora, e muitas vezes – juro que é verdade - até dou risada da minha fúria descabida e no final a felicidade do outro ao invés de me incomodar, até me contagia...

Bom, Cau, devo dizer que embora seja bem feio incomodar-se com felicidade alheia, creio que este é um sentimento bem normal. Humano, mesmo (espero!!!). Pelo menos quando é pontual, ou seja, se limita a uma ou outra situação. Agora se for sempre, o tempo todo, aí creio que já seja “MHP - Mal Humor Patológico” (acho que era o caso da avó de Marcus!) e nestas situações só chamando Alba para resolver, he, he, he!

5 comentários:

Alba Querino disse...

Olha...(risos) Esse negócio da gente ficar comentando os posts uma da outra é muito engraçado...eu fico dando risada da cara de pau da gente de ficar se comentando...um exercício narcísico esse...mas é que nós somos as "toda boa!" Que nem a Ivete. kkkk Tem alguem incomodado, aê? kkk Mari, as cinco estamos aqui nos resolvendo...kkkk

Drix disse...

Rapaz, eu já sei o quê fazer: comer tortas, chocolatinhos e afins PERTO de sua pessoa..a seu lado. Vou alimentar seu lado patológicamente psicótico! \o/

Bia disse...

hahaahaha... Seu texto foi um alivio na minha consciencia! Eu postei o meu ai li o de adriana e o de tia alba, ai fiquei ARRASADA. "poxa, só eu que me incomodo com a felicidade alheia????"
Ainda bem que não. :D

beeeijos

Rui Santos disse...

Valeu! É um tema complicado, e as pessoas insistem em buscá-la fora, mas ela anda dentro de nos é só deixar aflorar.

Mulheres TPM: ternas, polivalentes e modernas disse...

Aê Rui!!!! Valeu o comentário...Seja bem vindo!