sexta-feira, 25 de março de 2011

O copo. Por Drix


Tenho cólica... hoje eu não estrago nada! Eu ESTOU estragada literalmente, rs. E aproveitei um momento de completo desvio de raciocínio lógico para vir aqui exercitar minha demência emocional. Sim, sou uma demente emocional. Hoje de manhã atestei isso...ontem de noite também, amanhã a tarde atestarei de novo... E dei de cara com essa criaturinha mascotinha dando show de metáforas “copos..cacos...sentimentos”. Odeio essa menina quando leio coisas extremamente pertinentes em momentos dementes emotivos! 

Erro muito..por intensidade no que é bom para o outro. Sou uma escorpiana intensa. As vezes acho que deveria dar menos de mim para a relação, mas aí eu paro e penso: “Poxa, mas não seria a Drix...não seria a minha essência”. Então fico nessa balança doida, nada justa, de me doar como sempre o faço ou recuar para ME proteger. Porque acabo me deixando à margem de qualquer segurança futura. E o “meu copo” é que se quebra. O meu copo interior é que se espatifa no chão. No fundo, e sendo bem sincera com vocês, fico muito na mão das pessoas. Previsível? Não diria isso. Diria, uma pessoa tão difícil de se achar que as pessoas preferem as que acham em cada esquina. Ouvi isso já e pensei que fosse loucura quando ouvi, mas pensando bem não é.  É tão difícil uma pessoa que seja sua companheira, parceira, amiga, amante, amada...aquela que troca, que vibra junto, que apóia, que sente junto ...que é mais fácil e menos complicado de lidar arrumar uma pessoa que te destrate e que “trate” tudo muito “ah, vamos ver até onde dá”. 

Fugi do assunto de Bia ne? Nops! Me explico: Eu nunca errei neste ponto que ela chegou de “poderia ter feito diferente” . Isto até ela cair na real e ver que fez o correto mesmo. Eu nunca errei no jeito com o outro. Eu sempre errei no jeito COMIGO.  Eu não fiz com o outro, eu fiz isso tudo sempre comigo... Entenderam? Tomara Deus..porque eu não vou me explicar mais não...cheguei ao meu limite do dia!  =)  Só um adendo... acho que dá para reparar sim quando o cristal se quebra...mas não com cola ou qualquer artifício externo... sabe aquele amor que você não sabia que tinha? Com este...apenas este, se existir, consegue criar uma nova relação livre de qualquer sintoma de dor! 

De qualquer forma Biancóviskys, devo falar que te odeio! Por toda essa coerência do copo com o sentimento . Chaaato isso, saco! Você é anã? Só pode! Porque tem essa coerência toda? É Smurf?  Eu ia passar o novo texto, mas nem pude. Foi tudo tão certinho... ia me sentir fora do comercial de Margarina Delicia se eu fugisse desse texto...saca, meio fora da família ?  Logo eu, uma criatura tão profundamente emocional e meio novela de Gilberto Braga (nos tempos que ele era bom..porque DEUS, de insensato no corpo dele, só a mente pra fazer uma merda dessas de novela...rumbora combinar? E a das 19h gente? A das 19h tem tanta força que não conseguiu me Morder não...me Assoprou pra bem longe dela..aff)

Inté folks!


2 comentários:

...Flávio. disse...

"...Previsível? Não diria isso. Diria, uma pessoa tão difícil de se achar que as pessoas preferem as que acham em cada esquina..."

Me encontrei nessas poucas palavras nem precisaria terminar de ler o texto, mesmo assim o fiz.

E essa "mascotinha" de vocês é fogo mesmo, até quem não era para ficar com isso na cabeça acabou ficando. Essa história de copo, espatifado, pois bem, nunca pensei que seria tão comum! =P

É Drix. Estamos ferrados. Sempre pensando primeiro nos outros e deixando os nossos copos se espatifarem! Enfim. Deixa pra lá.

Melhor apenas admirá-las TPMs'!

Um beijo.

Mariana Chetto disse...

Drix,

Você não está errada em se doar por completo. Não creio que possamos ser felizes sem intensidade... O problema é que precisamos aprender que tudo na vida para ser real e completo merece nossa atenção, dedicação e doação. Mas nada, nada e quando digo nada é nada mesmo merecem nosso desespero...