domingo, 20 de março de 2011

Qual a sua tribo? por Bianca Chetto


Tá aí. Politribada é uma boa palavra, não teria como levantar a bandeira de nenhuma ‘tribo’ em particular. Acho meio chato alguém se definir como pertencendo a um único grupo, alguém que viva as experiências sempre da mesma forma, que goste de um só tipo de música, de roupa, de filme, de gente. Acho meio triste.

Nunca consegui me satisfazer com uma coisa só... talvez por isso eu seja um pouco indecisa, insistindo em querer ‘todas as opções anteriores’. Na escola, por exemplo, tinha sim um ‘grupinho’ que eu andava com maior freqüência, pelo menos até o Ensino Médio. Lembro que no colégio que estudei até a 8ª série eu as vezes recebia algum tipo de classificação... Fazia parte da galera ‘CDF’, mas ao mesmo tempo era da turma ‘POP’. Rsrs

De um jeito ou de outro nunca me considerei nenhuma dessas duas coisas, nunca achei isso suficiente pra mim. Era CDF, mas não gostava de estudar, era ‘popular’ mas nunca percebi isso. Era mais uma coisa que as pessoas falavam de mim do que algo que eu realmente pensasse sobre mim mesma. Penso nisso agora e parece que foi há tanto tempo. Cinco, seis anos atrás. É, talvez seja bastante tempo pra mim mesmo.

Depois veio o intercambio. Aí realmente, eu era da tribo dos ‘intercambistas’. Continuo me sentindo assim as vezes, fazendo um intercambio... de experiências, de descobertas, de emoções. E então o ensino médio, mais uma vez a coisa do CDF, só que agora sem o POP. Rsrsrsrs

A verdade é que me sinto confortável em praticamente qualquer grupo de pessoas. Praticamente. Rs. Gosto da ‘vibe’ alternativa, mas ficar só no alternativo também é bobagem (na minha humilde opinião), acho até engraçado ver meus amigos dançando o pagodão.... me divirto mesmo, embora não seja o tipo de barulho que me agrada. Rs. Gosto de rock, pop, musica clássica. Gosto de fast food, filme sessão da tarde, trilha no meio do mato, roupas caras, salão de beleza, meditação, academia, passar o dia no sofá, internet, livros.... história em quadrinho, módulos do 3º ano. Rsrsrsrsrs Tem alguma tribo que abrace tudo isso? Tudo isso e todas aquelas outras coisas aparentemente contraditórias mas que mesmo assim me interessam? Não, não. A gente pode ser tanta coisa ao mesmo tempo, abrir mão disso pra fazer parte de um grupo exclusivo... não me parece uma troca justa.

O interessante é passar um tempinho conhecendo todas essas tribos, é o natural, principalmente na minha fase (que está chegando ao fim! =/) mas não consigo imaginar pertencer a uma dessas tribos apenas e por tempo ilimitado.


beeeijos

3 comentários:

...Flávio. disse...

Enfim, começo a acreditar que não sou único no mundo.
Gostei bastante da definição que deste a nós mesmos, indecisos? Não, politribalizados!

Um beijo senhorita!

Drix disse...

É por isso que essa menina deve ser minha neta! Porque se falar que é minha filha Gio me bate! hahahahah! (a loka)

giovana disse...

Bato mesmo! Só não gostei da parte das roupas caras...vai sobrar paa mim